domingo, 1 de agosto de 2010

Tristeza.

Tristeza...
Tu que teimas em assenhorar-me,
- De onde vens?
Essa que me invade, me inunda.
Atroz,  persistente.

Sobre a alvorada, receio-me em acordar.
Divago.
Viro-me de um lado. E do outro.
Incessantemente.

Temo o acordar.
Empenho-me em seguir.
Oh Deus! falta-me viveza, apetite, interesse.
Suponho não levantar.


Já veio o entardecer.
Ainda em dúvida, esmero-me, planeio, aflijo-me.
Já não sonho.
Então levanto.

Vagueio pela casa.
Procuro o que fazer.
Não leio, não durmo, não me consolo.
Deito.

Anoiteceu.
Nada aconteceu.
Ninguém me ligou.
Nem me procurou.

Vivo.
Mas não intensamente.
Sobrevivo.
Cobardemente.

Madrugada acanhada, nula, surtada.
Tédio constante, pugente, deprimente.
Remédios e analgésicos.
Uma peleja, uma luta, uma disputa.

Enfadonha, adormeço.
Acordo... Pelejo...
Mas já amanheceu.
Só choro.

... "Vai passar. É fase! "...
... "No ruim há sempre algo bom." ...
... "Pense nas criancinhas orfãs, nos velhos terminais, nos doentes..."
("Falam demais por não ter nada a dizer.")

E quem não cuida de mim!?
Há de criticar um enfermo que sofre?
Há de minimizar tal tristeza?
Então; que fique longe de mim.

Quem nunca se sentiu insignificante, pequeno, ridículo?
Quem nunca se viu esquecido pela vida?
Sortudo.
Afortunado.
Maldito!

Quem nunca teve vontade de desistir?
Oh pessoa feliz!: - Se nada tem a oferecer, além de meras cobranças, vou  ter que insistir.
 - Engula-as!
(suas cobranças.)

Tristeza é um sentimento intrínseco.
Pessoal.
Íntimo.
Pode estar em você...
Ou viver em mim!!!

43 comentários:

Análise F.C disse...

Que texto lindo! Pessoal, muito bem feito.

http://analisefc.blogspot.com/2010/08/foto-torcedor.html
Se puder, participa!

Gabriela Moura disse...

o texto é bonito sim, mas a gente tem sempre qw tentar superar estas tristezas. se não pensarmos em nós, qm vai?

Luiz Brisa disse...

to muito bom
uma bela estrutura
mas tristin

jaka disse...

"...Tristeza não tem fim, felicidade sim..."

R.F. disse...

Parabéns pelo blog!

Seus textos estão muito bem estruturados.

Bela iniciativa.

Grande beijo!

Quando quiser rir um pouco, passe lá no RFPostando:

http://rfpostando.blogspot.com

Fabricio Meireles disse...

Navegando meio sem rumo, caí aqui no seu blog. Muito interessante a forma como escreve.

Mas a tristeza infelizmente faz parte da vida, é inevitável. O segredo para sofrer menos nas crises, é lembrar que ela é passgeira. Depois da tristeza, a alegria; depois do choro, o sorriso; depois do chuva, o sol.

Se puder, ficarei grato:
http://semnomecerto.blogspot.com/

refugiodiario disse...

Que lindo! Vc que fez? Mt bom, amei!
Bjss

Inocentes Indecentes disse...

Gostei dessa sua postagem, falando sobre tristeza que considero um dos piores sentimentos que se tem e gostei tbm das outras postagens!
Parabens
Obrigado por me seguir tbm
Abraços
Inocentes indecentes

Thiago Augusto disse...

Pior sentimento de todos...acaba com a gente mais falando da postagem muuio bom seu texto parabens *-*

Stivie Sena disse...

tristeza,é um sentimento que nínguem quer sentir,mas eu particularmente não desprezo tanto(é..talvez eu seja masoquista O.o),apartir deste sentimento horrivel que muitos textos lindos como esse que escreveste são feitos
parabéns
vc é professora né? aposto que é de literatura
hehehe
vou te seguir

Renato disse...

Gostei do blog

Gabriela Moura disse...

oi karen, obrigada!
seja mt bem vinda =)

Naírla Silva disse...

Esse tetxo é muito lindo, parabéns. bjs

http://coposcheiosdevodkaerocknroll.blogspot.com/

Artie disse...

poxa...apesar de triste..é belo =]
legal

CM Tricoloko disse...

Aquele que nunca viu a tristeza, nunca reconhecerá a alegria. #Fato

Babiiii disse...

Seu blog é demaisss!! SENSACIONAL!! Muuuito bom... Assim faz todo mundo bem!! Eu garanto!!
Parabéns... Tenho orgulho de ser sua amiga!!! Muito obrigada por tudo, obrigada por exister!! Estou com vc sempre!!
Amooo!

Gui disse...

o pior sentimento... :/

Thamires Viel disse...

Nossa, que bonito. Parabens :]

Sarah disse...

Ai que lindo *--*
"Falam demais por não ter nada a dizer."
Pra mim, é a melhor frase. Tô seguinto, tá?
Se quiser, passa no meu:http://umaromanoar.blogspot.com/
Beijos =*

óQuei rÒque disse...

Olha...escreve bem....mas esse texto é deprimente...fale da felicidade, mesmo que não a tenha...abraço

http://ahistoriacomoelafoi.zip.net/

Andinho IDE disse...

Não curto esse sentimento não, mas quando ele vem, meu Senhor me mostra a alegria da sua companhia e ae td fica bem !!!!
Td de bom pra vc, que Deus te abençoe sempre !!!
Me faça uma visitinha qnd puder !!! T maixxxx !!!

Tudo in Mik's disse...

Mt lindo o texto


http://tudoinmiks.blogspot.com/

Juηiøя disse...

Eu tenho quase certeza que isso é uma música

mas traz uma ótima reflexão

visite http://adolescente-antenado.blogspot.com/

Karen disse...

Júnior, este texto é meu, fui eu quem escrevi, não é uma letra de música. Há sim, uma frase que diz:' falam demais por não ter nada a dizer', que vem de uma canção mto conhecida por todos. Agreguei-a, entre as aspas, justamente por isso. Abços, e obrigada a todos pelas visitas!

stephanie disse...

gostei muito do texto, firme, mas e claro que devemos superar a dor mesmo que seja muito forte!

M. Araújo disse...

A tristeza não deveria ser algoz, você se distancia um pouco da felicidade algumas vezes, mas não se deixa abater.

IagoWanderley e NêssaMagalhães disse...

Seu blog é muito legau, os textos as veser são tristes mais surpreedente

Romário disse...

Obrigado pelo elogio em meu blog, Karen. :D

Tristeza é um sentimento que eu não desejo a ninguém. Ninguém mesmo.

Belo texto. :D

Tô ficando neurótico.
www.neuroticando.blogspot.com

karla C. disse...

Texto muito tocante, dá pra sentir a tristeza de quem escreve. E, realmente, quem nunca se sentiu inútil e perdido, não?
O bom é que assim como a felicidade, a tristeza ou a raiva também passam quando menos se espera.
Um grande abraço!

http://viciose.blogspot.com

milinha ♥ disse...

Seu blog é maravilhoso, os textos me surpreendem! Parabéns, você escreve muito bem (:

Bell Ferreira disse...

Lindo! *-*
Amei, parabéns! Você é muito talentosa!
Beijos.

Bell Ferreira disse...

Aaah... dá uma passadinha no meu blog? rsrs
Beijos...

Aline Rojas disse...

Que belas palavras hein...

Muito bom ler poemas lindos e marcantes como esse seu... você definiu perfeitamente esse sentimento que por diversas vezes insite em nos pertubar: a tristeza.

E a felicidade? Essa sim deve estar presente em cada coração pulsante desse mundo...

http://realnovirtual.blogspot.com/

Suzy Carvalho disse...

essas tristezas repentinas, vêm, nao sabemos da onde, e vão, sem sabermos pra onde..
as vezes elas me fazem bem, sorrir o tempo td nao significa estar feliz =)

Juliana Oliveira disse...

Olá! Amei seu blog, encontrei ele através do orkut e me identifiquei pacas. Como vc tbm quero ser professora. Passei para letras na UFRJ e já estou te seguindo. Estou devorando seu textos, Bjus

Thamires Viel disse...

Tenho entrado aqui frequentemente esperando ansiosamente pelo proximo texto que vai publicar. Não me mate de ansiedade mulher. rs

Bell Ferreira disse...

Oi flor, passando para solicitar sua visita no meu blog. rsrs
Tem selo pra você, lá! ;)
Beijos. ♥

Bell Ferreira disse...

De nada! ^^
Eu também sou novata, mas minha amiga me ensinou o que fazer, mais ou menos! rsrs
É assim, você salva a foto (selo) no computador normalmente. Daí em um novo post você anexa ele, e diz que você o ganhou e quais são as regras. Nesse que eu indiquei à você, as regras são: Indicar para mais 9 blogs de sua preferencia, avisar aos donos dos blogs e contar 9 coisas sobre você! Como eu fiz... É bem legal! Sempre que você ganhar selos, poderá indicá-los para seus blogs favoritos. :)
É isso aí... Beijos!

Johnny Dewnford disse...

aaaamei *-*

@viinirocha disse...

o texto é muito lindo, mas muito triste também, mas mesmo assim está de parabéns!
poderia dar um pouco mais de alegria no seu blog.

Ewerton ( ANTENADO ) disse...

Muito Lindo o Poema ...

Tomaz C Frausino disse...

Belo, simplesmente, belo...
Nos faz sentir junto com o eu-lírico...
parabéns

Jessica Jin disse...

acredito que exista uma beleza na dor, é ela que nos levanta de certa forma. Se eu não visse ninguém pedindo esmola na rua, talvez, não agradeceriamos nosso pão de cada dia.

Beijos